Mutirão do Lixo Eletrônico de Presidente Prudente

Conscientizar a população sobre os danos que o lixo eletrônico pode causar, e possibilitar oportunidade do descarte ambientalmente correto. São os objetivos principais do Mutirão do Lixo Eletrônico.

É aí que se inicia o problema sócio ambiental. O descarte inadequado do lixo eletrônico, também conhecido como e-lixo, pode ocasionar diversos danos ao meio ambiente. Para se ter uma ideia, uma pilha simples contém, principalmente, metais pesados como chumbo, mercúrio, cádmio e, ainda, cobre, níquel, zinco, cromo e manganês. Toda essa química perigosa se espalha pelo solo contaminando água, plantas, peixes e outros animais.

No homem essas químicas podem provocar diversas síndromes: hepática, cardiovascular, gastrointestinal: o mercúrio, por exemplo, pode causar danos ao fígado, ao cérebro e ao sistema nervoso, além de câncer e mau desenvolvimento do feto.

O material recolhido será repassado a uma empresa certificada ISO 14000 e será reciclado, sendo que 94% de seus componentes são reaproveitados e o restante, cerca de 6% é destinado de forma correta para evitar danos ao meio ambiente e a saúde humana.

Em 2017 o evento será realizado no dia 10 de junho (sábado), das 8h às 16h, no Parque do Povo e das 9h às 13h, no PA 24 horas do Ana Jacinta.

Você sabia?

De acordo com a Lei 12.305/2010, artigo 33, são obrigados a estruturar e implementar sistemas de logística reversa, mediante retorno dos produtos após o uso pelo consumidor, de forma independente do serviço público de limpeza urbana e de manejo dos resíduos sólidos, os fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes de:

(...) V - lâmpadas fluorescentes, de vapor de sódio e mercúrio e de luz mista;

Destino do Lixo

O material recolhido será doado a empresas especializadas em descaracterização de lixo eletrônico, que possuam certificação ISO-14000 e licenças ambientais que autorizem esse manuseio, e é selecionada pelas empresas parceiras do evento, que custeiam o transporte, e analisam a documentação apresentada pelos interessados. 

Todo o custo com remanufatura reversa, como é chamada a desmontagem e destinação adequada dos materiais recicláveis, incluindo a neutralização dos elementos químicos, é de responsabilidade da empres
a que recebe o material, obrigada a emitir laudos de que houve a destinação ambientalmente adequada de tudo o que receber. 

Em 2016 a empresa responsável para o recolhimento do e-lixo será a Brasil Reverso, que apresentou toda a documentação e certificação necessária para essa ação. 

Parceiros